Regional
Postada por:  Jardel Viana,  em  25/02/2018 às 18h33
Link:
Sobral adere ao grafite e se mostra mais colorida a cada dia
O projeto Arte Urbana, que contempla o grafite, já parte do calendário de eventos culturais da cidade de Sobral

25/02/2018 às 18h33
Ao sair do Conjunto Nova Caiçara, periferia de Sobral, para ir à escola, a estudante Ângela Sousa de Vasconcelos (16), ainda se encanta com o colorido estampado nas paredes do bloco residencial, próximo de onde ela mora. Há quase um ano, o espaço foi tomado por grafiteiros que mudaram, quase por completo, a paisagem urbana local. A mobilização, que durou alguns dias, "não só atraiu a atenção da criançada", como lembra a jovem, mas também deixou saudades, além dos desenhos multicoloridos, que ainda podem ser vistos a uma boa distância. "Os grafites deram um ar mais alegre aos muros, paredes e fachadas. Antes, eu confundia esse tipo de arte com a pichação, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra", explica a jovem, que aguarda ansiosamente por novas intervenções.

Entre os artistas que deixaram sua marca na cidade, Antônio Maurio, conhecido no meio do grafite como "Invasor", também assinou vários trabalhos que se mantêm conservados apesar da exposição ao tempo. Antes, limitada à cultura hip hop, que agrega a força social e o forte apelo jovem que vem das ruas, a grafitagem, ao longo dos anos, assumiu um conceito mais artístico, diversificando estilos, técnicas e outros materiais empregados nos trabalhos.

As possibilidades são infinitas, quando se reúne num mesmo desenho as habilidades do artista, que pode utilizar o colorido do spray, o estêncil, a colagem de peças de papel com grude (lambe lambe), adesivos e pincéis. O que passou a ser reconhecido como arte urbana. Os trabalhos, definidos como intervenções, podem ser feitos em grupos, ou por uma só pessoa, mas sempre mantendo a identidade de cada um, com produções mais autorais.

Inspiração

Maurio (34), que é autodidata, desenha e pinta desde criança. O jovem explica que passou pelos desafios da adolescência descobrindo sua identidade artística, por meio da pichação. "Eu conheci o spray nesse período; mas fui vendo que eu poderia passar uma mensagem muito mais forte para as pessoas, além daqueles rabiscos. Com o tempo, fui transformando aquela rebeldia toda em arte e percebi que, ao invés de ir para a rua danificar um patrimônio, o melhor seria me expressar por meio da arte, deixando o local escolhido muito mais cheio de vida", diz o jovem que, ao se postar diante de uma parede ou fachada para iniciar um novo trabalho, se inspira nos clássicos como Van Gogh, Leonardo Da Vince e Portinari, além de artistas mais contemporâneos e nacionais como "Os Gêmeos", Otávio e Gustavo Pandolfo, pioneiros no grafite nacional; Eduardo Kobra, que se destaca na pintura e se considera um muralista; e o fortalezense Narcélio Grud, que evoluiu sua técnica mesclando pintura e intervenções com equipamentos.

"O Narcélio é realmente uma grande inspiração que transcende a pintura com seus trabalhos. Isso potencializa o significado de arte urbana.

Conquista

Para se expressar, Maurio utiliza o inseparável spray, além de tinta látex, pigmentos, borrifadores e pincéis variados. "No passado, a falta de materiais de qualidade e as poucas opções me fizeram usar o solvente para diluir as tintas, o que prejudicava a saúde e o resultado dos trabalhos. A boa notícia é que hoje temos um mercado voltado para esse tipo de trabalho, bem mais abrangente, além de sairmos daquela condição imposta erradamente, por algumas pessoas, de que o que fazemos é arte marginal, no sentido de estar mesmo à margem do que é aceito e considerado como arte e cultura", desabafa Maurio.

Apesar se profissionalizar, tendo seus trabalho reconhecido e procurado, ainda ele não vive por completo de sua arte. "Ainda não temos uma organização que agrupe a todos, tendo cada um que cuidar de seus trabalhos. Mas o bom é saber que, desde o ano passado, aos poucos, novos caminhos têm sido trilhados, a partir da Semana Arte Urbana Sobral, realizada em julho do ano passado".

Mobilização

Com o propósito de transformar os espaços públicos de Sobral em lugares de convivência, criação e arte, a "Semana Arte Urbana Sobral" transformou a cidade numa verdadeira galeria aberta, onde ruas, muros e praças foram utilizadas como plataformas de expressão e inventividade da cultura urbana. As pinceladas fizeram parte de uma intensa programação cultural, ao longo do mês de julho do ano passado, onde foram envolvidas colagens, mobiliário urbano, instalações, pinturas, graffiti, lambe-lambe, exposições, palestras, esportes urbanos, mostras de dança, lançamento de livro, mostra de vídeos, oficinas e shows.

O objetivo do evento foi colocar a cidade no circuito nacional e internacional da arte urbana e suas diversas relações de formação, criação e difusão cultural.

Intercâmbio

Nesse período, a "Arte Urbana Sobral" possibilitou a produção e disseminação da cultura, valorizando o potencial artístico dos profissionais internacionais, nacionais e locais convidados, evidenciando uma mistura entre diferentes linguagens. O movimento, que tomou as ruas da Princesinha do Norte, contou com a participação de grafiteiros, intervencionistas, performers, artistas plásticos, fotógrafos, videomakers, produtores e diversos artistas urbanos, que ocuparam e coloriram a paisagem concreta. Em sua primeira edição, o Arte Urbana Sobral contou com a curadoria geral do artista plástico Narcélio Grud, na seleção de artistas internacionais e nacionais e do grafiteiro Uzi, para os artistas de Sobral.

De acordo Igor Bezerra, secretário da Cultura de Sobral, "o Arte Urbana já parte do calendário de eventos da cidade, mantendo, este ano, o mesmo fluxo de artistas que tivemos em sua primeira edição, no ano passado. Além de deixar a cidade mais viva com essas verdadeiras obras de arte, essas intervenções chamam atenção para uma real das pessoas aos espaços públicos", explica Igor.




Por Diário do Nordeste








19/06/2018
Bispo comenta empenho da Igreja católica no diálogo ecumênico
19/06/2018
Prefeituras ainda buscam auxílio por desabastecimento
19/06/2018
Dois grupos prioritários ainda não atingiram meta de vacinação contra gripe...
19/06/2018
10 anos de Lei Seca: número de fortalezenses que dirigem embriagados cai 21...
08/06/2018
Em Tianguá, jovem de 16 anos morre após descarga elétrica conduzida por cel...

 

 

RÁDIO GEM'S EDUCATIVA FM 103,5 MHz
Rua. Nossa Senhora da Conceição 147, Reriutaba - CE
(88) 3637-2085 - (88) 9-9939 8209

 Online Agora:

  18

 Visitas:

  4859213